Sobre felicidade e vulnerabilidade

Esta semana eu recomecei o projeto 100 days of happiness. Durante as discussões no curso Exploring What Matters, que, aliás, foi o tema da primeira foto, eu me dei conta de como o projeto tinha feito diferença para mim, e resolvi retomar, com uma proposta mais ambiciosa, e criei a minha própria versão #umanodefelicidade. Inspirada e impactada pelo TED da Brené Brown, que assistimos no curso, sobre o poder da vulnerabilidade, eu resolvi, além da foto, escrever um pouco sobre ela, me expor um pouco mais. E me surpreendi com um...

Continuar lendo

Meu retiro de meditação Vipassana

  Desde que eu comecei a meditar, fazem já mais de 3 anos, eu sonhava em fazer um retiro de meditação. Toda literatura americana sobre meditação menciona um ou mais retiros, e eu queria experimentar o que seria viver alguns dias focada em meditar. Mas, naqueles primeiros anos, isso era impossível. Na loucura da vida de assalariada, com dois filhos pequenos, meus dias de férias eram dedicados a viajar com eles ou a resolver pendências. Ainda assim, eu ficava namorando os convites de retiros, e sonhando em como seria vier essa...

Continuar lendo

Meditar é difícil? Chato? Vale a pena?

Quando eu quis começar a meditar, eu demorei muito tempo para começar. Porque meditar era uma coisa muito distante, muito fora da minha realidade, muito inacessível. As primeiras informações que eu busquei me deixaram com a impressão que eu tinha que: 1 – encontrar um guru 2 – sentar por horas com as costas retas, e   3 – não pensar em absolutamente nada Nada disso parecia viável para mim. Não tinha tempo e acesso a um guru, tenho muitas dores nas costas para ficar sentada por tanto tempo, e não...

Continuar lendo

Minha primeira corrida

Correr minha primeira prova de 5k foi uma experiência transformadora. Eu aprendi coisas que eu jamais poderia antecipar. E o que se aprende na prática tem um poder transformador muito maior do que o que se aprende nos livros. Aprendi muito sobre a importância de se estabelecer um objetivo e um prazo. Se eu não tivesse marcado uma data, pago e me comprometido com várias pessoas, eu ainda estaria aqui me preparando para quem sabe um dia correr. Uma semana antes da prova, ao treinar, eu seria capaz de jurar que...

Continuar lendo

Aprendendo a amar o trânsito

  Aprender a amar o trânsito pode ser uma lição de aprender a viver. Qualquer um que more nas grandes cidades deve estar achando que isto é um título marketeiro, mas não. Trata-se de uma conclusão a que eu cheguei a partir de três reflexões diferentes. Um dos mais importantes conceitos que aprendi sobre a felicidade é que ela não pode ser um fim a ser alcançado. Esta idéia ficou tão importante para mim que a adotei como uma espécie de mantra. Quando criei uma página no facebook para discutir a...

Continuar lendo